Seja benvindo ao GDC Mais de Cristo! Hoje é

Resumo da Mensagem: 06 Agosto


Acompanhe o resumo da mensagem pregada no Domingo (06 Agosto) no Culto de Celebração da Família e dos GDCs em nosso Templo Central, sito a Avenida Governador Ivo Silveira, 1833 - Capoeiras, Florianópolis, SC.

Resumo da Mensagem: 06 Agosto
Preletor: Pr Junior Batista
Texto Base: Lc 6.45
“O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca”. (Lucas 6.45)
Como lidar com as críticas

- Quem consegue dominar sua língua começa muito bem.
- É preciso abrir mão de vontades e desejos.
- Convicção plena > A fé estabelece uma convicção plena em Cristo e em Suas promessas. Quando damos liberdade as más conversações, acabamos jogando fora a oportunidade de conquistar as promessas de Deus.
- A crítica para alguns é um estopim que aciona suas explosões  emocionais. Mas é necessário observar que tipo de crítica que é?

Há a crítica construtiva e a destrutiva.

- O crente inteligente – sábio – é aquele que critica olho no olho com o intuito de trazer crescimento e correção.
- O crente ignorante – néscio (louco) – é aquele que critica pela costas, sem pensar nas palavras, destruindo a idoneidade do outrem.
- Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem. (Agostinho)

O coração é a base de crítica

- Jesus disse: “O homem bom tira o bem do seu coração, e o homem mau tira o mal do seu coração” (coloquial).
- A crítica pode ser construtiva para quem ouve, mesmo que seja destrutiva por quem a fez.
- É muito bom avaliar as críticas que chegam, retenha o que é bom e ignore o que não ajuda.

Absorva as palavras sábias, e exclua as palavras tolas.

- Existem pessoas que gostam de “aparecer”, preferem criticar quem está no topo, na verdade queriam estar lugar do criticado.(¹)
- Muitos criticam quem faz e infelizmente não fazem nada a respeito.
- Aquele que critica de forma pessoal alguém, na verdade está criticando a si mesma.
- Eu não vou deixar de crer no projeto de Deus para a minha vida.
- Se a crítica for construtiva, suba ao nível dela. Se ela for destrutiva, ande acima dela.
“Sucedeu, pois, no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinho diante dele, e eu peguei o vinho e o dei ao rei; porém eu nunca estivera triste diante dele. E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, pois não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração; então temi sobremaneira. E disse ao rei: Viva o rei para sempre! Como não estaria triste o meu rosto, estando a cidade, o lugar dos sepulcros de meus pais, assolada, e tendo sido consumidas as suas portas a fogo? E o rei me disse: Que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus, e disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a reedifique”. (Neemias 2:1-5)
- Levantaram-se os invejosos contra o plano que estava no coração de Neemias.
“O que ouvindo Sambalate, o horonita, e Tobias, o servo amonita, e Gesém, o árabe, zombaram de nós, e desprezaram-nos, e disseram: Que é isto que fazeis? Quereis rebelar-vos contra o rei? Então lhes respondi, e disse: O Deus dos céus é o que nos fará prosperar: e nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos; mas vós não tendes parte, nem justiça, nem memória em Jerusalém”. (Neemias 2:19,20)
- Os inimigos ardem em ira contra seus planos dados por Deus.
“E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito; e escarneceu dos judeus. E falou na presença de seus irmãos, e do exército de Samaria, e disse: Que fazem estes fracos judeus? Permitir-se-lhes-á isto? Sacrificarão? Acabá-lo-ão num só dia? Vivificarão dos montões do pó as pedras que foram queimadas? E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, contudo, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra. Ouve, ó nosso Deus, que somos tão desprezados, e torna o seu opróbrio sobre a sua cabeça, e dá-os por presa, na terra do cativeiro. E não cubras a sua iniquidade, e não se risque de diante de ti o seu pecado, pois que te irritaram na presença dos edificadores. Porém edificamos o muro, e todo o muro se fechou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar”. (Neemias 4:1-6)
- O inimigo levantará muita gente para falar mal do que você faz. Seja o que for, se teus pés estão em Cristo, nada te fará fraquejar, tua força está e é Cristo.
- Faça o que você tem que fazer, e não afaste-se do propósito que Deus colocou em seu coração. Não desista, vá até o fim.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Salmos 23:5
Por isso Cristo disse:
O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10
Perguntas para Reflexão em grupo: (²)
1) Quem pode citar alguma crítica construtiva que tenha surtido efeito na sua vida e qual o efeito?
2) Quem pode compartilhar alguma crítica destrutiva que recebeu e a transformou em construtiva?
3) Como temos reagido diante das críticas? Como podemos tirar proveito das mesmas sem nos abater por elas?
4) As críticas tem lhe servido de suporte ou de desestímulo?
5) Será que temos dado mais valor às críticas ou ao chamado de Deus na nossa vida?
6) Será que podemos aproveitar as críticas para desenvolver nosso chamado com mais excelência? De que forma?

Transcrição: (¹) Pr. Marcio Batista (²) Pr. Ronei Dalle Laste
Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »

:: Grupo de Discipulado e Comunhão ::